O Melhor de Paris e Europain na Go Where

A Revista Go Where Gastronomia desse mês está imperdível!!

Além de sugestões de menus especiais para o dia dos namorados, o concurso de jovens talentos, chefs internacionais no Brasil ainda um ESPECIAL FRANÇA GOURMET – um excelente guia das melhores lojas de utensílios, queijarias, bistrôs, docerias e padarias de Paris preparado pela jornalista Cintia Oliveira.  E para ficar mais completo, tudo sobre a nossa viagem à Paris em março : visita às principais escolas de gastronomia, padarias, docerias e chocolaterias que visitamos; além de detalhes da Europain 2012.

Já nas bancas!!

Na Rota do Pão e das Boulangeries premiadas em Paris

Confirmando a tendência de panificação bio em Paris como já falamos aqui, começamos nosso tour pela Le Boulanger de Monge ,na Rue Montorgueil, bem ao lado da Stoher. Essa padaria possui o certificado AB  (para produtos bio).

Na foto acima: Marcio Lopes (Xamego Bom) , Maria Olívia Sousa e Mônica Paiva  (Padaria Pão Chic- RJ),  Adriano Pereira  (Panificadora Keli – Jundiaí-SP),  Luiz Antônio Pereira (Padaria Promeca- Jundiaí-SP) e  Alberto Torres  (Panificadora Pão Bom – Dourados – MS).

Seguindo nosso roteiro estivemos em uma das lojas Eric Kayser , que esteve com alguns integrantes do nosso grupo no pavilhão de exposições da Europain.

Todos os pães são artesanais sem aditivos nem conservantes. Os pães de campanha e o pão de figo em especial agradaram ao nosso grupo.

Não poderíamos deixar de visitar a Le Granier à Pain, boulangerie do Mestre Padeiro Michel Galloyer e detentora do Prêmio de Melhor Baguete de Paris em 2010 e 2015. Na loja da Rue des Abbesses, 38  ( uma das 7 lojas em Paris) também fizemos uma visita técnica guiados pelo padeiro Nicolas Casuccio que nos explicou passo a passo todo o processo de produção das 3 mil baguetes por dia somente daquela loja. Sempre utilizando de fermentação longa.

Pães e bolos da Le Granier à Pain.

Abaixo: O Padeiro Nicolas Casuccio que gentilmente nos guiou pela área de produção da padaria. Agradecemos imensamente o nosso amigo Nicolas.

E ainda uma foto ao lado do Premiado Padeiro Djibril Bodian, responsável pelo título de Melhor Baguete de 2010 e 2015 de Paris para essa padaria.

 

Encerrando a nossa maravilhosa jornada de aprendizado pelas boulangeries de Paris, nada mais apropriado do que uma visita à Poilâne.

A primeira boulangerie foi aberta em 1932 pelo sr. Pierre Poilâne que usava fermentação natural, cozimento em forno a lenha e farinha moída na pedra. A tradição do pão artesanal continuou com seu filho, Lionel, que privilegiou as técnicas e é reconhecido internacionalmente pela qualidade dos seus produtos.

Poilâne é o símbolo do pão tradicional na França,  e pode ser encontrado em 3 endereços em Paris e 1 em Londres. A Poilâne combina os melhores ingredientes com as melhores técnicas de produção.  Lionel Poilâne chama de Inovação Retro a essa combinação de técnicas antigas e modernas.