PANETONE / CHOCOTONE versão 2011

E aqui está uma das minhas receitas de Panetone / Chocotone versão 2011.

Depois do grande sucesso da receita que fiz no programa da Ana Maria Braga em 2007, nos últimos anos aprimorei e criei algumas novas receitas de panetone.

Esta receita também pode ser encontrada no site “Dedo de Moça” e o VÍDEO com 0 passo a passo no UOL Receitas.

Clique AQUI e assista ao vídeo do Pudim de Chocotone que gravei para o Pão de Açúcar em dezembro/13.

Outra receita estará na revista Menu e algumas dicas na revista  Go Where Gastronomia de dezembro.

foto: Carol Milano

O panetone tem sua origem numa estória de amor.

Conta a estória mais famosa sobre a criação do panetone que um jovem morador da cidade de Milão no século XV se apaixonou pela filha de um padeiro.

Buscando uma maneira de surpreender o pai da moça, que não aceitava o namoro, ele se disfarçou de ajudante de padeiro e criou um pão doce. O pão se tornou destaque na padaria pelo seu tamanho incomum para a época e por apresentar, no seu ápice, a figura moldada de uma cúpula de igreja.

O jovem criador deste maravilhoso pão naturalmente fermentado com frutas, de extrema delicadeza e de sabor especial, hoje apreciada por pessoas de diversos países, atribuiu a autoria da receita ao Toni, o pai da moça.

O movimento da padaria cresceu significativamente e os clientes pediam pelo “pane di Toni” e com o tempo, simplesmente, Panetone.

foto: Carol Milano

Ingredientes Porcentagem Peso Medida
Farinha de trigo 100 % 1 Kg
Fermento seco 2% 20 Gramas
Água 37% 370 Gramas
Leite em pó 3% 30 Gramas
Açúcar 20% 200 Gramas
Gema 20% 200 Gramas
Essência de panetone 1% 10 Gramas
Sal 1% 10 Gramas
Manteiga 10% 100 Gramas
Aromatizar
Frutas cristalizadas 40% 400 Gramas
Passas 30% 300 Gramas
Chocolate ao leite 70 % 700 Gramas

1º – Modo de preparo:

Fazer uma esponja com:

Farinha de trigo 200 gramas

Fermento seco    20 gramas

Água                 200 gramas

Fazer a esponja e deixar fermentar por 30 minutos.

2º – Após esse tempo, fazer a massa com o restante dos ingredientes.

Acertar o ponto de véu da massa e acrescentar as frutas e passas para o panetone ou chocolate se for o chocotone.

Acondicionar a massa do panetone na forma adequada e fermentar em temperatura ambiente até chegar na borda da forma.

3º – Leve ao forno pré-aquecido a 150°C. O tempo estimado de forno depende do tamanho do panetone:

Tempo estimado de forno:

Panetone de 100 gramas     14 minutos

Panetone de 500 gramas     24 minutos

Panetone de  1 kg               40 minutos

Rendimento:  5 unidades de 500 gramas

CHOCOTONE – ” A Confeitaria”

Já está no site do  Canal Bem Simples a minha receita de  CHOCOTONE para  “ A CONFEITARIA” com o passo-a-passo. Confiram!!

Chocotone - A Confeitaria

 
NET 81, TVA 69, EMBRATEL 34, GVT 72, TELEFÔNICA 549

Crostoli ou Cueca Virada

 

foto (52)

 

Aqui está a receita do Crostoli que fizemos na Casa Cor Trio – Casa Boa Mesa no sábado (19/11)

Ingredientes

Quantidade

Unidade de medida

Porcentagem

Farinha de trigo

500

Gramas

100

Leite

200

Gramas

40

Manteiga s/sal

40

Gramas

8

Açúcar refinado

50

Gramas

10

Sal refinado

5

Gramas

1

Fermento biológico fresco

15

Gramas

3

Ovos

50

Gramas

10

Cocção por imersão
Óleo

500

Gramas

Finalização
Açúcar refinado

140

Gramas

Canela em pó

10

Gramas

Quanto pesa um ovo

Tabela de medidas e equivalências

Modo de preparo:

  1. Bater a massa colocando todos os ingredientes secos com exceção do sal, em seguida os ovos e depois o líquidos. Por último acrescentar o sal.
  2. Descansar por 30 minutos
  3. Abrir a massa com auxilio de um rolo, e deixar uma espessura bem fina.
  4. Acondicionar em assadeira untada com óleo e levar para fermentar.
  5. Fermentar até dobrar de volume.
  6. Aquecer o óleo a 160º para fritar por imersão até que estejam dourados.
  7. Escorrer sobre papel absorvente.
  8. Passar numa mistura de açúcar e canela. Servir morno

Pão de Trigo Sarraceno

Nativo da Ásia, o trigo mouro ou preto, como também é conhecido, foi por séculos alimento para os japoneses que moram em regiões montanhosas do país e chegou à Europa durante a Idade Média. Hoje, a Rússia é o maior país produtor e consumidor.

Seu uso na culinária internacional é amplo, tanto na forma de grãos descascados quanto como farinha. Após lavado, o grão inteiro pode ser cozido da mesma forma que o arroz e consumido puro, em saladas ou como mingau, com frutas. Triturado, é usado em sobremesas que vão ao forno e em tortas e biscoitos. Essa farinha, entretanto, não pode ser usada sozinha para fabricar pães, pois não contém glúten.

Na cozinha polaca, russa e judaica, o trigo sarraceno é usado para fazer uma papa, chamada kacha, ou kache. Na cozinha ucraniana o trigo sarraceno se chama grechka e é largamente usado no dia-a-dia e também para confeccionar um dos pratos do menu natalino – a kutia. Na cozinha japonesa, o trigo sarraceno é chamada de sobá e consumida no Japão há mais tempo do que o macarrão de trigo comum. Geralmente servido frio, acompanhado de legumes e ervas, chega à mesa com um molho à base de shoyu e peixe seco. Na cozinha bretã a farinha do trigo sarraceno faz parte da massa dos crepes.

Esse pão encantou chefs como o francês Marc Le Dantec. Em sua entrevista à Folha de São Paulo, ele explica porque no Bistrô Charlô a pedida é pelo pão de trigo sarraceno em grão. “O sabor desse pão me lembra a especialidade da Bretanha, as galettes de sarraceno”. Vamos então à receita?

foto: Carol Milano

Ingredientes

Para demolhar o trigo:

40 g de sarraceno demolhado

60 g de água

 Para a massa:

250 g de farinha de trigo

5 g de açúcar

3 g de melhorador (*)

38 g de sarraceno em grãos

125 g de água

3 g de fermento seco

5 g de sal

 

Modo de fazer

1. Para demolhar o trigo sarraceno, ferva a água e coloque sobre o trigo sarraceno num recipiente. Espere esfriar.

2. Para a massa, coloque a farinha de trigo, o açúcar, o melhorador de farinha, o sarraceno demolhado, a água, o fermento seco e por último o sal num recipiente.

3. Sove a massa até atingir o ponto de véu.

4. Escorra a água que demolhou o trigo sarraceno e o adicione a massa.

5. Porcione a massa em 40g e deixe descansar por 20 minutos.

6. Após esse tempo modele conforme desejado e coloque para fermentar até dobrar de volume. Enquanto isso, preaqueça o forno a 180°C.

7. Leve para assar por 15 a 25 minutos.

(*) O melhorador é adicionado à massa para obter um produto final de melhor qualidade, neutralizando deficiências dos ingredientes da massa. Além disso, ele aumenta o tempo de conservação do pão. Para saber mais sobre os principais ingredientes da panificação e suas funções, clique aqui.

Rendimento: 16 pães

Tempo de preparo: 30 minutos

Dificuldade: Média

Bolinho de Chuva

Final de feriado chuvoso pede comfort food, então, nada melhor que um bolinho de chuva.

Ingredientes     

Farinha de trigo 240 g
Açúcar 100 g
Sal    1 g
Fermento em pó químico    3 g
Ovo 50 g
Leite 120 g
Manteiga derretida 30 g
   
Óleo para fritura  

Modo de preparo:

 Colocar os ingredientes secos mais o ovo, o leite e a manteiga derretida num recipiente e misture até ficar uma massa lisa. Aqueça o óleo e frite por imersão. Temperatura ideal do óleo: 180 ° C.

Rendimento : 30 unidades médias

 Dica: unte a colher para que a massa solte fácil na hora de colocar no óleo quente.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 587 outros seguidores